terça-feira, julho 24, 2007

Ele me traduz.
Suas cores queimam e me provocam, sempre.

Um comentário:

Franz Znarf disse...

lindo quadro.... ja comentei uma vez com vc como gosto do sol se pondo, e toda a magia que carrega o sol para um horizonte.
Para mim o crepusculo por exemplo me parece um convite noturno, de indubitaveis desejos e inrrevogaveis intençoes